O Programa Minha Casa, Minha Vida Deu Certo? Veja Pontos Fortes e Fracos do Programa

O programa Minha casa, minha vida auxilou muitas pessoas com a sua inciativa de subsidiar parcelas de imóveis para as famílias que queriam adquirir um imóvel. Mas assim como qualquer programa, ele tem seus pontos fortes e seus pontos fracos. Mas afinal, a inciativa deu certo ou não? Leia mais e entenda.

O Programa

O minha casa minha vida é um programa de habitação popular criado pelo Governo Federal que objetiva auxiliar as famílias a saírem do aluguel e adquirir um imóvel.

A iniciativa é muito popular, principalmente por ter uma das melhores taxas de financiamento do mercado e é dividido em quatro categorias. Não é todo mundo que pode participar do programa , por isso, as categorias, também chamadas de faixas, do Minha casa, minha vida foram criadas.

A faixa 1 é destinada às famílias que têm renda bruta de até R$ 1,800. Para quem tem renda mensal de até R$ 2.600, a faixa é a 1,5. Quem tem remuneração mensal de até R$ 4,000, pertence à faixa 2. Já a faixa 3 é pra quem recebe até R$ 9,000.

Existem muitas inciativas que visam dar suporte às famílias brasileiras. Além do Minha casa, minha vida, você também pode participar do programa de transferência de renda Bolsa Família. Quem ainda não participa, deve conferir as informações do bolsa familia 2019.

Pontos Fracos e Pontos Fortes

O Minha casa, minha vida é, sem dúvidas, o maior programa habitacional do Brasil. Um projeto tão grande não poderia dispor só de vantagens e desvantagens. Veja a seguir pontos fracos e pontos fortes:

O primeiro ponto a se mencionar é o abatimento do deficit habitacional. Com o subsídio do programa, mais de 2 milhões de residências foram entregues à famílias de todo o Brasil.

Mas em contrapartida, estudos têm apontado que a oferta da inciativa não supre a demanda de residência. Além disto, não atinge totalmente a população mais carente, seja pela falta de construções ou pelo valor das parcelas.

A faixa 1 de financiamento oferece um subsídio excelente para que as famílias possam conseguir comprar seu imóvel, cobrindo até 90% do valor dele e sem a cobrança de juros. As outras faixas também apresentam negociações muito viáveis.

Em contrapartida, muitas vezes as localizações destas moradias são em lugares distantes, periféricos ou de difícil acesso. Por isso, nem todo mundo considera o Minha casa minha vida como a melhor opção.

É impossível negar que o programa mudou a vida de muitas famílias e representou muitas melhorias para o país. Entretanto, a sua oferta e padronização de construção ainda não suprem todas as necessidades existentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *